Tecnologia da informação ou TI, é uma grande área do conhecimento que tem como propósito prover a produção, armazenamento e distribuição das informações através de critérios de segurança e usabilidade. No coração da TI está a concepção de servir a sociedade e auxiliá-la a resolver os seus problemas com a informação.

Contudo, frequentemente empresários e colaboradores queixam-se da justificativa dada por alguns profissionais de TI a respeito da impossibilidade de se resolver determinados problemas ou da forma imposta para o desenvolvimento de tais soluções. É comum ouvir: “A plataforma não permite que se faça isso”, “Isto só pode ser feito desta maneira”. Deve-se observar que o diálogo entre as partes é fundamental, o profissional não deve deixar de seguir as premissas técnicas de desenvolvimento, porém tais premissas não podem cercear o cliente e trazer problemas.

Na impossibilidade de resolver algum problema, questione seu o profissional de TI, peça para que ele explique o processo e as possíveis soluções e dificuldades implícitas, nada é tão difícil que não possa ser explicado de maneira mais simples para um leigo, se fosse assim ninguém tomaria os remédios indicados pelos médicos durante uma consulta, na qual ele explica ao menos a razão dos remédios e seus possíveis efeitos colaterais.

Tanto o profissional de TI quanto o solicitante do serviço devem se orientar para a demanda e objetivar a criação de valor ao final do desenvolvimento. De nada adianta construir um CRM com as melhores práticas de DBA, backend developer e o framework mais bala na agulha se o produto final não permite que os velhinhos atualizem seu endereço de correspondência sozinhos no site do plano de saúde e para isso são obrigados a ligar para o call center, ocupando uma atendente que poderia estar atendo uma ligação de urgência.